Minha playlist do Spotify para cada momento

18 de junho de 2016
1 Comentário

Quem não adora perder horas montando uma playlist? Eu queria ter feito esse post antes, mas nenhuma das minhas estava organizada ou com músicas suficientes para ser merecedora de um post. Mas depois de alguns dias garimpando por ai finalmente consegui recheá-las o suficiente e cá estou. São três playlists, cada uma tem um estilo musical bem diferente das outras e tiveram ajuda de algumas pessoas lá no twitter para finaliza-las, inclusive leitores. Elas serão constantemente atualizadas e recheadas, e quem sabe eu não crio ainda mais playlists para outros posts? ☺

1. Playlist pop!

A PopUp é a playlist que eu escuto mais na hora de acordar, de me arrumar e quando definitivamente não quero entrar na bad. Sabe aquelas cenas de filme teen das amigas no quarto de arrumando pra sair? Então, é essa playlist que toda de fundo. São vários pops super farofas e animados, variando de Demi Lovato para Drake. Tem até umas clássicas como Akon – Sorry, Blame It On Me! Foi uma das mais fáceis de montar, já que essas músicas todas são bem conhecidas e estão sempre tocando por aí.

2. Playlist alternativa/indie

Cara, não tem como, esse é meu estilo de música favorita. Ao mesmo tempo que eu consigo dançar e pular como a pessoa mais feliz do mundo, eu também consigo chorar igual condenada ouvindo todas essas músicas. Lógicamente aqui entram os meus queridinhos Arctic Monkeys e muito mais bandinhas do gênero. Aqui tem várias músicas dos artistas que vocês viram no post 4 bandas que tocaram no Coachella 2016 que você precisa conhecer, vale muito a pena ouvir, viu?

3. Playlist folk/depre

A mais depre, a da fossa e dos dias de chuva. Gosto muito de colocar essa pra tocar no final da tarde, e deixar só a luz amarela suave do abajur ligada na casa. 💙 Algumas músicas dessa playlist são também trilha sonora do game Life is Strange, vários folkzinhos e músicas acústicas deliciosas pra se ouvir naquele momento em que você só quer ficar em paz com você mesmo.

 

Eu quero saber qual playlist você mais gostou, e se teve alguma música destaque ! Escreve pra mim ai nos comentários? 💬

Posts relacionados

Dicas simples que vão te ajudar a crescer no youtube

1 de junho de 2016
14 Comentários

Os posts com dicas para blogs e canais aqui do blog tem sido um sucesso! Então nada mais justo do que continuar incluindo eles aqui, cada vez mais. Hoje o foco é Youtube, e pequenas ações que você pode ter na hora de fazer e postar um vídeo que vão crescer seus views, engajamento e inscritos. 🎥❤

dicas para crescer seu canal no youtube dropando ideias gif

Vocês desde já adorando esse post

1. Inicie o vídeo rapidamente e vá logo ao assunto

Você ficou uma semana sem postar vídeo por motivo X ou Y. Mas agora já esta tudo certo, e você vai explicar tudo o que aconteceu para os seus inscritos no seu próximo vídeo…. PEWWWWWWWW!

Olha, você definitivamente não precisa fazer seu público passar pelo grande sofrimento que é ter que te ouvir contar letra por letra o que aconteceu, principalmente no início do seu vídeo. Uma das coisas mais importantes no Youtube (mais do que views, inscritos, likes) é a sua Retenção de Público – você pode ver isso no seu canal indo em Estúdio de Criação > Analytics > Retenção de Público -, ou seja, quanto tempo você mantem o usuário assistindo seu vídeo. E para que esse tempo seja longo, o vídeo não pode começar com explicações chatas e desnecessárias.

DICAS-SIMPLES-QUE-VÃO-TE-AJUDAR-A-CRESCER-NO-YOUTUBE gif

Recomendo que você inicie o vídeo seguindo a seguinte formulá: Oi + quem é você/seu canal + lembrete para se inscrever + introdução ao assunto. Sem “desculpa não postar vídeo semana passada, a janela aqui de casa quebrou…” etc. Quem chegou no seu canal pelas buscas quer logo o tema do vídeo pelo qual ele procurou!

2. SEMPRE link seu vídeo em outro vídeo

Você sabe por que no tópico anterior a Retenção de Público era tão importante? Porque é sobre o tempo que o usuário se mantem no site do youtube. Quando seu vídeo acaba, o Youtube não quer que ele saia! E sim que continue assistindo mais e mais vídeos, e dando mais acesso e dinheiro para eles.

dicas-simples-youtube-link-videos-descriçao-dropando-ideias

Sabendo disso, sempre link seus vídeos para outros vídeos seus. O youtube ficará satisfeito e como recompensa mostrará mais vezes o seus vídeos na home e nos recomendados para outros usuários. Minha dica é colocar na descrição dos seus vídeos o link para os seus dois últimos vídeos, e também sempre avisar no final do seu vídeo para assistir seu vídeo anterior!

3. Mantenha e siga padrões

DICAS-SIMPLES-QUE-VÃO-TE-AJUDAR-A-CRESCER-NO-YOUTUBE-padrão

Tudo mundo já invejou um pouquinho aquela thumbnail maravilhooooosa de algum youtuber que ama, mas o que a galera não sabe é que além de serem bonitas, as thumbnails criam uma identidade para o seu canal, um jeitinho só seu e que vai atrair mais público para você se um padrão for seguido.

Já reparou nas thumbs de alguns youtubers como JoutJout, Bruna Vieira, e até o gigante Porta dos Fundos? Cada um faz a thumb do seu próprio jeitinho, mas em cada vídeo é sempre a mesma fonte, um enquadramento parecido, algum detalhe único…

Então entenda: você precisa criar o SEU padrão. Crie um PSD no seu photoshop com um modelo, para você só modificar a escrita e o fundo, e use-o sempre! Se você for meio leigo com photoshop pode clicar aqui em baixo e baixar o modelo que eu crie para você! É só clicar em “pay with a tweet” que ao postar em alguma rede social sua, você libera o conteúdo pra download 💖 (você me ajuda e eu te ajudo, bom né?).

Por hoje é só galerinha youtubis, mas continuem acompanhando o blog e a categoria Dicas e tutoriais que tem muita coisa boa. Alias, você tem alguma dúvida sobre youtube, algo que você queira aprender? Ou então alguma dica para dividir com todo mundo?! Deixa ai nos comentários que eu respondo todo mundo! <3

Posts relacionados

4 bandas que tocaram no Coachella 2016 que você precisa conhecer

15 de maio de 2016
2 Comentários

Na minha vida inteira eu só conheci uma pessoa que odiava música, e eu espero que nunca mais conheça nenhuma.

Coachella, o festival mais alternativo e moderninho da atualidade. Eu passo com certeza mais tempo ouvindo música do que fazendo qualquer outra coisa, música pra mim é o som de fundo da vida, para trabalhar, estudar, cozinhar, fazer shows no chuveiro… E o drama é inevitável quando eu abro a bolsa e percebo que esqueci os fones de ouvido; quase da vontade de ceder ao lado negro da força e ouvir minha playlist no fundo do metro sem fones mesmo.

Dentre rocks, pops e até os funks da minha playlist, resolvi que eu precisava acompanhar também o festival Coachella e seus sons. Mesmo que a distancia, mesmo que via snapchat, instagram e lives no youtube. Grande parte da lineup do evento já era minha queridinha, e eu aproveitaria também para descobrir mais paixões.

Assim, separei cinco bandas que tocaram no Coachella 2016 que vocês precisam conhecer! E ahhhh como eu queria ser rica para ter assistido tudo isso ao vivo. :'(

Grimes

Não só a música de Grimes fez eu me apaixonar, mas também seu estilo e cabelos coloridos loucos que mudam a cada semana praticamente. A moça de 28 anos tem um dos estilos mais loucos que eu já ouvi, uma mistura maluca de rock com eletrônico, rap e (essa parte eu li no Wikipedia) até música medieval (?). Ouvi principalmente as músicas do seu último álbum, lançado em 2015, Art Angels, e me apaixonei! Me imagino num show dela com uma coroa de flores com pisca-piscas na cabeça e um creeper com neon nas solas nos pés. QUERO!

Recomendação de música: Kill V. Maim

Wolf Alice

O que acontece comigo que as bandas londrinas enchem meu coração de amor e vontade de viver? Assim como minha banda favorita, Arctic Monkeys, Wolf Alice é uma banda de indie rock, com um pouquinho de folk na receita que faz da banda, pra mim, perfeita para se ouvir enquanto leio um livro ou tento relaxar dessa vida corrida. Confesso que ainda não ouvi muuuuitas músicas deles, mas o pouco que ouvi já foi o suficiente pra me convencer de que eles precisavam entrar nesse post!

Recomendação de música: Bros

Zella Day

Olha bem pras fotos dessa moça. Olhou? Ela não parece que vive dentro de um Coachella 24hrs por dia?! Zella Day tem o boho no guarda roupa e o pop na música. Eu já tinha conhecido ela por um cover de Seven Nation Army, e quando a vi na lineup do Coachella decidi conhecer um pouco mais do último álbum e adiciona-la aqui. As músicas dela não são muito “farofa” (felizmente ou infelizmente?! Não sei!!!!!!), mas ainda sim acho perfeitas pra performar no chuveiro ou curtir a bad <3

Recomendação de música: 1965

The Last Shadow Puppets

Você não achou que eles não estariam nessa lista né? Os donos do meu coração lançaram um álbum novo esse ano, e no Coachella tiveram uma das performances que mais me fizeram surtar na minha vida. Diferente de em seus outros trabalhos, Alex Turner (também vocalista de Arctic Monkeys) e Miles Kane misturam o indie rock com a música orquestral (cordas de violinos, violoncelos, etc) de uma maneira muito mais romântica (COMBINA COM O CLIMA ENTRE OS DOIS NÉ GENTE? AWNNNN).

Everything you’ve come to expect me forçou a ficar acordada procurando uma livestream qualquer da apresentação dos moços na noite brilhante e florida do primeiro dia de Coachella (mesmo que eles não tenham tocado quase nada do album novo 🙁 ). Mas tudo bem, não achei live, mas ano que vem eu estarei lá ao vivo! deusdodinheiroquemeajude

Recomendação de música: todas Sweet Dreams, TN

 

Qual a sua vontade de ir no próximo Coachella numa escala de QUERO MUITO à TO INDO? Eu já to contando moedas pra viagem! Me conta o que você achou do festival e das bandas ai nos comentários. <3

Posts relacionados

Desfile da nova coleção das Meninas Super Poderosas da C&A! + Look

6 de maio de 2016
4 Comentários

Ontem a noite eu fui a um evento fantástico, o desfile de lançamento da nova coleção da C&A das Meninas Super Poderosas. Teve música, gente bacana, MUITAS ROUPAS E ACESSÓRIOS INCRÍVEIS, e o mais importante, comida pra caralho. Minha única tristeza foi não ser pequena o suficiente pra entrar em todas as roupas, já que é uma linha infantil; mas o que coube eu experimentei, amei, e quis muito levar pra casa!

evento-desfile-cea-meninas-super-poderosas-dropando-ideias

Vestido de moletom Forever 21, legging Marisa, tênis Adidas Superstar

Fazia muito frio quando eu sai de casa, então resolvi estrear o vestido moletom da F21 + essa legging, que é felpudinha por dentro, apesar de fina, e esquenta bem. Só que eu fiz a burrada de não usar nada por baixo do vestido, o que me fez passar calor na hora do desfile, com todo mundo amontado perto da passarela para ver as peças. Huge mistake, mas sobrevivi.

Eu simplesmente amei quase todas as peças! Fiquei feliz de ver que grande parte delas ia até um tamanho GG que realmente era GG, afinal ninguém é obrigado a vestir um 36, muito menos crianças. E também muitas peças unissex, apesar da linha ser totalmente voltada para as meninas, influenciando no #girlpower.

Senti falta de mais shorts, calças, saias e blusas para o inverno. Até haviam algumas peças, mas que poderiam ser de qualquer outra linha. Faltava um quê de Meninas Super Poderosas que apareceu com maestria nas blusinhas.

Os preços estão na média das fast fashions brasileiras. Peças variando entre R$29 e R$99 reais; o que, na minha opinião, é um pouco caro para uma linha infantil. As bolsinhas, super desejadas no evento por não terem “tamanho de criança”, custam R$49,99.

desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 4

No meio da coisa toda, em uma conversa com a Lully, pensei em como eu reagiria a essa coleção se eu tivesse meus 10, 11 anos agora. Quando eu era pequena eu conseguia ser mais “moleque” do que sou agora, então com certeza a última coisa que eu ia querer era qualquer peça de roupa que fosse. Mas acho que o que me atraiu realmente na coleção não foi o corte, as estampas ou o quão bonitas essas roupas ficariam no meu corpo. Foi a mensagem e o momento em que a C&A decidiu lança-la. Coisa que eu só consigo perceber agora, nos meus 18.

O feminismo, o #girlpower, esta em alta. As peças fogem bastante do padrão que sempre foi imposto as meninas: rosa, babylook, coisas fofas. Teve muito preto, cinza, muitas peças com corte que buscava mais conforto do que “modelar” o corpo das garotas. Peças para ser menina, peças para ser criança. E ao som de MC SOFFIA- “Brincadeira de Menina” o desfile foi uma grande brincadeira.

desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 11
desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 10
desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 12
desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 13

A apresentação das peças foi uma grande mistura de desfile, teatro, e brincadeira. As primeiras meninas escorregam para a passarela; sozinhas, separadas, acanhadas. O Macaco Louco e os outros vilões logo aparecem e as meninas caem no chão, fracas.

Mais meninas surgem, junto com as bolsinhas, e ajudam as outras a se levantar (da pra sentir a mensagem de sororidade ai?!). Elas se abraçam, tiram selfies, elogiam o look umas das outras. Os vilões surgem novamente, mas dessa vez elas estão unidas! Socos, pontapés, gritos de guerra; as meninas atacam juntas os vilões em formato de joão bobo, vitória das meninas!

Depois é festa! A passarela diferentona, que em vez de um piso reto tem mini camas elásticas, fica cheia de meninas pulando com looks lindos, fazendo poses de vitória e comemorando juntas. Não sei se essas meninas são modelos, ou apenas crianças convidadas, mas passaram a mensagem muito bem de união entre as garotas.

No evento também encontrei várias lindas! Minha chefinha no Garotas Geeks, a game dev. Luiza (BATATA!); A maravilhosa Lully, que conversou um monte comigo sobre os próximos eventos do ano, e os passados; A Bruna Vieira, grande inspiração minha (E QUE ME PROMETEU UMA COLAB ?!); A Maíra Medeiros, que trocou altas dicas de cabelo comigo hahaha; E a Marimoon, mais nova chefinha minha também!

desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas

E agora o mais importante…

Los comestibles. Die esswaren. τα φαγώσιμα. 食用. U edibles. والمأكولات. AS COMIDA!!!!!!!!!

desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 8 desfile-lançamento-e-evento-cea-as-meninas-super-poderosas 9

Tinha muuuuuuuuita comida, pra mim essa é a parte mais legal desses eventos. Todas com as três cores das protagonistas do desenho.

Pipoca, hambúrguer, macarrão com molho pesto, sucos, champagne, kibe, coxinhas, pipoca, algodão doce, cupcake… Os garções vestiam jalecos como do professor Utônio, pai e criador das meninas. Os sucos de limão, morango e blueberry foram servidos em béquers (aqueles copos de química maneiros!), com gelo seco para dar um efeito fantástico de fumaça mais borbulhas.

E pra ceis verem como blogueira também é gente como a gente, uma historinha:

Lá estou eu andando pelo evento, tirando fotos, vendo as pessoas… E PÁ! Eu avisto uma mesa. Essa mesma da foto. Com uma bandeja de algodão doce. Esses mesmos da foto!!! Fui lá, tirei as fotinhas que eu precisava, e peguei um algodão doce.

O que a doida aqui não percebeu foi que eu tinha entrado na cozinha, e não era pra pegar aquela comida ainda! Ai vem uma moça da cozinha bem doida atrás de mim “MOÇA! MOÇA! NUM É PRA PEGAR AINDA!”, e eu volto pra devolver o algodão doce, morrendo de vergonha e de lombrigas na barriga.

 

O que vocês acharam das peças da C&A? Já da pra comprar todas na loja online da marca! Deixa pra mim ai nos comentários o que você achou do evento e das roupas ?!

Posts relacionados

Realizei um sonho: me mudei para São Paulo

23 de abril de 2016
5 Comentários

Hoje fazem exatamente 3 meses que me mudei pra São Paulo, sinceramente parece muito mais. A cidade me recebeu de braços abertos e eu me sinto bem melhor aqui do que em qualquer outro lugar que já estive no mundo, e apesar dos trancos que venho tomando pra aprender a me virar sozinha, a experiencia é bem melhor do que eu imaginava. Diferente, mas melhor.

Tudo bem que eu não entrei nessa sozinha, e isso faz muita diferença. Tem meu namorado e a minha dog Majora que me ajudam e estão sempre comigo (vou apresentar a Majora pra vocês num futuro próximo), mas ainda é estranho não ter minha mãe me chamando pra almoçar, já que quem faz o almoço sou eu.

? #sp #sampa #sãopaulo

Uma foto publicada por Letícia Pacheco (@leticinios) em

É um misto de “limpar banheiro nem é tão difícil assim” com “pelo amor de deus como pode já ter tanto lixo nessa casa???”. Morar sozinho é ficar solitário o tempo todo, e ao mesmo tempo apreciar isso – mesmo que as vezes de forma melancólica. Eu acordo com o barulho dos milhares de carros com milhares de pessoas indo trabalhar, e eu particularmente sempre preferi isso aos passarinhos. Eu nunca fui de natureza, de verde, de sentir Gaia ou qualquer mãe-terra. Respeito-as e suas criações, mas sinto dentro de mim muito mais cabos, lampadas e concreto do que luz do sol e clorofila. Acho que porque os humanos e suas ideias sempre me cativaram muito mais do que qualquer outra coisa do nosso planeta.

Eu decorei meu quarto sozinha e as vezes passo mais de uma semana sem trocar o lençol, mas agora eu sei assar batatas e sacar dinheiro. Tristes mesmo são os dias em que o sol esta forte demais e a minha vontade de fazer qualquer coisa é zero. Felizmente a internet aqui é rápida e o Netflix tem muita coisa boa.

Ainda não fui a todos os lugares que imaginei que iria, o estudo e cuidar do blog e do canal ocupam mais tempo do que eu gostaria – por pura desordem minha -, mas eu estou feliz; e é isso que importa né?

são paulo timelapse dropando ideias me mudei para são paulo

O caos que muita gente enxerga em São Paulo me parece muito mais interno do que qualquer coisa. Não que a cidade seja mil maravilhas – na minha rua não tem lixeiras, por exemplo -, mas existe toda uma culpabilização de São Paulo pela infelicidade de algumas pessoas que aqui vivem. E não se pode culpar São Paulo, assim como não posso culpar Ilhabela por toda a sua inércia.

Pra mim São Paulo tem muita cor, ainda que nos mesmos tons do meu guarda roupa – cinza e preto -, e mais cores ainda eu sinto nas pessoas que aqui vivem. E ultimamente eu me sinto tão colorida quanto todas elas.

Posts relacionados